Embraer adia entrega de pedidos devido ao coronavírus

Embraer adia entrega de pedidos devido ao coronavírus

Por conta dos efeitos da propagação global do coronavírus, alguns clientes da Embraer estão sentindo os efeitos do coronavírus em seus negócios. Segundo o presidente e CEO da Embraer, John Slattery, “alguns clientes estão fazendo pedidos de adiamento a curto prazo, mas nada que leve a entrega de aeronaves para o ano seguinte.”

 

“É claro que estamos atendendo a essas solicitações sempre que possível” acrescentou John Slattery, apontando que os clientes das companhias aéreas brasileiras reagiram à crise do coronavírus melhor do que o esperado, reduzindo horários e diminuindo gastos desnecessários até que se tenha uma melhor situação deste cenário.

 

 

Questionado se a epidemia do coronavírus poderia dificultar as vendas da Embraer, Slattery afirmou que a perspectiva da fabricante é diferente da Boeing ou da Airbus por conta da longa investigação da comissão europeia sobre a proposta de joint venture com a Boeing.

 

“O ambiente para a venda de aeronaves da Embraer agora está ficando mais complicado, isso porque diversas companhias aéreas querem ter uma melhor visibilidade da Embraer, que depende da aprovação e clarezas finais na joint venture” afirmou o CEO.

 

 

Fonte: Aero Magazine