Em Audiência Pública, ABEAR reforça importância das normas sanitárias nos aviões

Em Audiência Pública, ABEAR reforça importância das normas sanitárias nos aviões

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) reforçou ontem, dia 29 de junho, em Audiência Pública na Câmara dos Deputados, a importância dos procedimentos sanitários a bordo dos aviões, em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A reunião foi solicitada pela Comissão Externa de Enfrentamento à COVID-19 (CEXCORVI) e pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

 

“Criamos protocolos de treinamento de funcionários, reforçamos a comunicação nos aeroportos sobre medidas de precaução como o uso da máscara e do álcool gel e o incentivo ao uso de plataformas digitais para evitar contato físico, como o check-in remoto para mais segurança do público e o incentivo ao distanciamento entre passageiros para embarque e desembarque. Essas medidas estão sendo importantes para a segurança sanitária dos passageiros”, disse o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

 

Ele lembrou aos parlamentares os principais protocolos adotados pelas empresas aéreas desde o início da crise, destacando também a importância da higienização das aeronaves, que foi reforçada na pandemia, além da utilização do filtro HEPA durante todo o voo, que retém 99,97% de vírus e bactérias, incluindo o novo coronavírus. Confira abaixo os principais destaques da audiência pública:

 

ANAC

“O que se percebe é uma vontade muito grande de viajar do passageiro brasileiro. Mas, por outro lado, espera-se uma conscientização e responsabilidade dos passageiros. A ANAC, juntamente ao setor, construiu uma campanha chamada Passageiro Responsável, destacando que ele tem que seguir as regras do setor e preservar a sua saúde e dos demais. Espera-se o aumento da vacinação e, com isso, a manutenção da recuperação da aviação, que tem que ser feita de forma segura e eficiente”, afirmou o superintendente de Infraestrutura Aeroportuária da ANAC, Giovano Palma.

 

ANVISA

O gerente-geral de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da ANVISA, Nélio César de Aquino, também reforçou os procedimentos adotados pela agência em sinergia com o setor aéreo, cintando como exemplo o reforço da limpeza dos aviões em cada trânsito, o monitoramento de passageiros com suspeita de Covid-19 e a exigência de testes para passageiros vindos do exterior.

 

Parlamentares

“Quero agradecer em nome do Parlamento brasileiro e reconhecer o trabalho das companhias aéreas brasileiras no apoio a todas as ações de deslocamento de materiais e equipamentos para o enfrentamento à Covid-19, mas também nesta logística do transporte de vacinas. Que a gente possa rapidamente, com um maior número de imunizados, retomar com mais segurança todas as atividades”, disse em meio ao debate a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), que conduziu a Audiência Pública.

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP), um dos autores do requerimento para a audiência pública, agradeceu e parabenizou ABEAR, ANAC e ANVISA pelo trabalho que estão fazendo desde os primeiros desdobramentos da pandemia.

 

Fonte: AeroIn