Dados de junho da Gol mostram aumento de 20% na demanda da aviação sobre maior

Dados de junho da Gol mostram aumento de 20% na demanda da aviação sobre maior

A Gol Linhas Aéreas divulgou hoje, 5 de julho, seus dados prévios de tráfego referentes a junho de 2021, demonstrando que a aviação brasileira continuou com um bom movimento de recuperação no mais recente mês encerrado.

Enquanto as outras duas grandes empresas aéreas do mercado doméstico não apresentam seus dados do mesmo mês, os números da Gol indicam que a companhia registrou aumento de cerca de 20% na demanda, em termos do parâmetro RPK – que multiplica o número de passageiros pagantes pelo de quilômetros voados.

O valor em junho de 2021 foi de 1,473 bilhão de RPKs, o que representa um aumento de 20,84% sobre o valor de 1,219 bilhão do mês imediatamente anterior, maio de 2021.

Em termos da oferta disponibilizada pela Gol no mês, medida em ASKs, ou seja, em assentos disponíveis multiplicados pelo número de quilômetros voados, o valor foi de 1,755 bilhão em junho, um aumento de 26,71% sobre o valor de 1,385 bilhão de maio.

Considerando os números brutos propriamente ditos destas operações, o total de decolagens em junho foi de 8.276, representando um crescimento de 20,13% em relação às 6.864 decolagens de maio, enquanto o número de passageiros transportados foi de 1,210 milhão, o que significa aumento de 14,15% sobre 1,060 milhão de passageiros da Gol em maio.

Por fim, o número de assentos disponibilizados pela frota de Boeings 737 da Gol foi de 1,475 milhão em junho de 2021, frente a 1,221 milhão em maio, um aumento de 20,80%.

A taxa de ocupação dos aviões da Gol resultante dos valores acima descritos apresentou uma queda até 83,9% em junho de 2021, uma redução de 4,1 pontos sobre os 88,0% de ocupação de maio.

Em resumo, os números acima descritos ficaram da seguinte forma:

 

RPKs

Maio: 1,219 milhão

Junho: 1,473 milhão (+20,84%)

 

ASKs

Maio: 1,385 milhão

Junho: 1,755 milhão (+26,71%)

 

Decolagens

Maio: 6.864

Junho: 8.246 (+20,13%)

 

Passageiros

Maio: 1,060 milhão

Junho: 1,210 milhão (+14,15%)

 

Assentos

Maio: 1,221 milhão

Junho: 1,475 milhão (+20,80%)

 

Taxa de ocupação

Maio: 88,0%

Junho: 83,9% (-4,1 pontos)

 

Todos os dados acima descritos referem-se apenas a voos domésticos no Brasil, já que a Gol não havia retomado nenhuma operação para destinos no exterior até o encerramento do mês de junho.

A companhia apresenta também seus dados operacionais de pontualidade e regularidade. Em junho, a pontualidade dos voos melhorou para 96,4%, contra 95,5% em maio, enquanto a regularidade teve uma pequena redução para 99,2%, frente a 99,4% no mês anterior.

Por fim, a carga aérea transportada nos porões dos voos da Gol registrou um aumento mensal de 6,7%, passando a 3.200 toneladas em junho contra 3.000 toneladas em maio.

Apesar da continuidade da retomada mensal, vale ressaltar que ainda há um longo caminho para a recuperação aos níveis anteriores à pandemia. Esta demanda RPK de 1,473 milhão, por exemplo, representa 52,9% do valor de 2,784 milhões de RPKs do mercado doméstico da Gol em junho de 2019, ou 45,7% dos 3,222 milhões totais (mercado doméstico + internacional) daquele mês.

 

Fonte: AeroIn